por Dra. Giovanna Guarinello | 23/06/2021 em Varizes

Escleroterapia: o que é?

Escleroterapia é um tipo de tratamento realizado para eliminar ou diminuir os vasinhos e varizes das pernas. Feito pelo Cirurgião Vascular, a escleroterapia melhora a aparência das varizes.

O procedimento é feito com a aplicação de uma substância esclerosante diretamente no vaso sanguíneo, induzindo o seu fechamento. Isso acontece porque o esclerosante “danifica” o revestimento interno da veia, causando a coagulação do sangue dentro do vaso. Com o tempo, o próprio corpo destruirá a veia.

Escleroterapia: o que é? | Dra. Giovanna Guarinello

Muito bem. Mas como é feita a escleroterapia?

Primeiramente a veia a ser tratada será avaliada meticulosamente para entendermos se o ‘’problema’’ está apenas na veia visível ou temos outras veias doentes que não conseguimos ver a olho nu e que podem estar envolvidas na doença. Essa avaliação é realizada com o auxílio do exame de EcoDoppler, assim como com o fleboscópio.

Uma vez avaliado e identificado a ‘’raiz ‘’do problema, definimos então qual o melhor esclerosante para cada uma das veias a serem tratadas. Lembrando que uma mesma região pode necessitar de diferentes tipos de esclerosante. As aplicações são realizadas através da injeção da substância diretamente dentro da veia afetada, o que acaba por obstruir o fluxo sanguíneo, e consequentemente fazer com que ela desapareça. Com o caminho “fechado”, o sangue busca outras veias saudáveis para percorrer o seu caminho. Desta forma há o desaparecimento das varizes e das veias varicosas, que acabam desaparecendo.

Quais são as vantagens da escleroterapia com espuma?

A escleroterapia com espuma é realizada a partir da mistura do esclerosante (usualmente o Polidocanol) com o ar, que quando misturado fica na consistência de uma espuma. Ela é vantajosa em relação a esclerorerapia líquida pois apresenta uma potência maior para o fechamento das veias. Uma vez que a espuma pode ter diversas concentrações podemos tratar vasos de diversos calibres, desde microvarizes até veias maiores como a safena. Em comparação com a cirurgia, a principal vantagem é que o procedimento é realizado em clínicas ou consultórios. Não há necessidade de internação, anestesia, cortes ou cicatrizes.

Além disso, a escleroterapia não dói: feita com a aplicação de uma agulha diretamente no vaso, costuma ser bem tolerada pelos pacientes e traz benefícios muito maiores do que o desconforto, podendo ser realizada sem a necessidade de anestesia.

Outra vantagem da escleroterapia com espuma é que não é necessário repouso após o procedimento, podendo o paciente retornar para suas atividades diárias quase que imediatamente.

Quais são as vantagens da escleroterapia líquida?

A escleroterapia líquida é o tipo de escleroterapia mais utilizado pelos cirurgiões vasculares, pois é a que apresenta o melhor resultado para as conhecidas varicoses. Uma vez que as veias nutridoras foram tratadas, a realização de escleroterapia líquida tem excelentes resultados. Como as varicoses são veias muito pequenas, não é necessário uma potência tão alta como a da espuma para seu tratamento, sendo a  terapia líquida suficiente.

Quem pode fazer a escleroterapia.

Isso depende de dois fatores:

  • O tipo e o número de veias doentes. Exemplo: para veias varicosas muito extensas e muito grandes, uma cirurgia pode ser mais recomendável.
  • Os riscos e benefícios individuais dos pacientes: para alguns a cirurgia pode ser mais vantajosa enquanto para outros pode ser contraindicada. O mesmo vale para a escleroterapia com espuma: apesar de todos os seus benefícios, nem sempre ela é a melhor opção. Como sempre, reforçamos que o tratamento sempre é individualizado, e que cada tipo de veia necessita de um procedimento específico. Um mesmo paciente pode precisar de técnicas de tratamento diferentes.

Em resumo, o melhor tratamento será decidido em conjunto pelo paciente a partir da avaliação e recomendação do cirurgião vascular.

Quantas sessões de escleroterapia são necessárias?

Isso varia de pessoa para pessoa! Apenas com uma avaliação é possível chegar a um número estimado de sessões.

As varizes e varicoses podem voltar?

Precisamos entender que a doença venosa, seja ela varizes ou varicoses, é uma doença que não tem cura. É possível sim melhorar e cuidar do nosso sistema venoso porém, principalmente quando associado a causas genéticas, as veias que hoje estão boas podem ficar doentes. Segue então algumas dicas para manter sua saúde vascular sempre em dia:

  • Faça atividades físicas regularmente – seu corpo precisa se manter em movimento.
  • Evite períodos muito tempo na mesma posição.
  • Caso indicado pelo seu médico, faça o uso correto das meias de compressão.
  • Entenda a doença e faça consultas regularmente.
  • A manutenção do tratamento é tão importante quanto ele em si. Não espere a doença evoluir para retomar os cuidados.

Para tratar de varizes em Curitiba, marque uma consulta com a Dra. Giovanna Guarinello pelo Whats (41) 99152-2071.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Marque a sua consulta

Preencha o formulário e entraremos em contato com você.

Comece uma conversa

Cadastre-se para começar uma conversa no WhatsApp

A nossa equipe responde rapidamente de segunda a sexta-feira, das 8h as 19h.