por Dra. Giovanna Guarinello | 15/10/2021 em Artérias

Entenda a Obstrução nas Artérias do Pescoço.

Seguimos para mais um post com um tema elaborado para fazer parte da cartilha de Medicina Vascular! Meu objetivo nesse trabalho desenvolvido em parceria com o Laboratório Angiolab e a Liangio (Liga de Angiologia e Cirurgia Vascular) é oferecer conteúdo de qualidade para as pessoas, de forma simples e fácil de entender, mas também com informações razoavelmente completas para que todos tenham informações para, na medida do possível, consigam adotar no seu dia a dia hábitos saudáveis de prevenção.

Quem acompanha o blog já conferiu textos sobre o Aneurisma da Aorta Abdominal (AAA) e a respeito da Doença Arterial Obstrutiva Periférica (DAOP). Hoje, o assunto é a Obstrução nas Artérias do Pescoço, um problema que pode evoluir para algo realmente grave.

A Obstrução nas Artérias do Pescoço é um entupimento nas artérias carótidas e vertebrais que levam o sangue para o cérebro e que pode causar um derrame (AVC – Acidente Vascular Cerebral). É mais comum em pessoas acima dos 50 anos, atingindo preferencialmente homens brancos. Ocorre geralmente pela aterosclerose, que é o acúmulo de uma placa de gordura e outras substâncias nas artérias.

Vamos juntos entender como a Obstrução nas Artérias do Pescoço se desenvolve.
Ilustração: Mount Elizabeth Hospitals.

Vamos juntos entender como a Obstrução nas Artérias do Pescoço se desenvolve.

As artérias carótidas são os principais vasos sanguíneos que levam o sangue ao cérebro. São duas artérias carótidas, localizadas uma em cada lado do pescoço. Quando o médico coloca as mãos em seu pescoço para detectar o pulso, por exemplo, eles estão sentindo o sangue passar por uma das suas carótidas. A Obstrução nas Artérias do Pescoço acontece quando um estreitamento ou bloqueio em uma ou em ambas as artérias diminui a quantidade de fluxo sanguíneo para o cérebro.

As artérias saudáveis ​​normais são elásticas e lisas por dentro, permitindo que o sangue flua facilmente por elas. Conforme a pessoa envelhece, uma placa predominantemente de gordura pode se acumular dentro das artérias, tornando-as mais estreitas e rígidas. Este processo é denominado aterosclerose. Essa placa também é formada por colesterol, resíduos celulares, cálcio e fibrina. Além do envelhecimento, existem vários outros fatores que podem contribuir para a Obstrução nas Artérias do Pescoço.

Confira os fatores de risco para a Obstrução nas Artérias do Pescoço:

  • Idade avançada;
  • Hipertensão arterial (pressão alta);
  • Diabetes;
  • Colesterol alto;
  • Cigarro;
  • Obesidade;
  • Falta de exercícios físicos;
  • Comida gordurosa.

Se uma artéria carótida estreitada não for tratada, o fluxo sanguíneo para o cérebro pode ser afetado. Isso geralmente ocorre porque um coágulo de sangue se forma, acaba rompendo e vai para o cérebro. Isso pode resultar em dois cenários distintos:

  • Acidente Vascular Cerebral (AVC) – com possíveis danos cerebrais permanentes ou causando a morte do paciente.
  • Acidente Isquêmico Transitório (AIT) – semelhante a um AVC, mas seus sinais e sintomas são temporários e geralmente desaparecem em 24 horas.

No Brasil, o AVC é a segunda causa de morte, conforme dados do Ministério da Saúde. São 400 mil casos e mais de 100 mil óbitos a cada ano, uma média de uma morte por AVC a cada 5 minutos.

Sintomas e diagnóstico da Obstrução nas Artérias do Pescoço.

A Obstrução nas Artérias do Pescoço é uma doença silenciosa. Seus sintomas geralmente se manifestam através das complicações descritas acima, como o Acidente Isquêmico Transitório (AIT) e o AVC (derrame).

São sinais de um AIT ou AVC:

  • Perda da visão;
  • Formigamento nos braços ou pernas;
  • Dificuldade para falar;
  • Esquecimentos;
  • Desmaios;
  • Sequelas como dificuldade de falar ou de movimentar braços e pernas.

Uma vez que esta é uma doença silenciosa, e que queremos encontrá-la antes de causar problemas mais sérios, muitas vezes utilizamos exames como a ecografia (Eco-Doppler) das artérias carótidas e vertebrais para encontrar estas placas precocemente.

Quem deve procurar o médico para averiguar a Obstrução nas Artérias do Pescoço.

Pessoas com mais de 50 anos, mesmo sem sintomas, que tenham os fatores de risco para a aterosclerose ou com o diagnóstico de doença nas artérias das pernas, no coração ou com aneurisma da aorta abdominal devem ter acompanhamento médico especializado em Cirurgia Vascular.

Além disso, pessoas que apresentem subitamente os seguintes sintomas:

  • Alterações visuais, como cegueira transitória que pode comprometer toda ou parcialmente a visão de um olho, visão dupla ou embaçada.
  • Tonturas ou desmaios sem outras explicações.
  • Fala arrastada ou dificuldade em falar de início abrupto.
  • Confusão mental.
  • Fraqueza muscular, formigamento ou redução da sensação do tato.

É importante lembrar que, mesmo que os sintomas desapareçam em minutos ou horas, o médico deverá ser procurado.

Tratamentos da Obstrução nas Artérias do Pescoço.
Arte e ilustração: Icaro Oliveira e Escola Laqua Parla.

Tratamentos da Obstrução nas Artérias do Pescoço.

O tratamento da Obstrução nas Artérias do Pescoço pode ser clínico ou cirúrgico. Sua definição depende de diversos fatores como: grau de estreitamento, tipo de placa de colesterol, presença ou não de sintomas assim como o risco da cirurgia. Se os testes indicarem que as artérias estão realmente comprometidas a gravidade do estreitamento (estenose) será avaliada para determinar se o paciente é um candidato para a cirurgia.

Cabe ao Cirurgião Vascular definir se a cirurgia é a opção mais adequada para cada paciente.

Novamente, focaremos no que é o mais importante, PREVENÇÃO!!

Abaixo listamos algumas pequenas atitudes que podem te ajudar a evitar que a doença ocorra ou evolua de forma negativa.

  • Controle dos problemas de saúde como pressão alta e diabetes;
  • Parar de fumar;
  • Fazer atividades físicas regularmente;
  • Alimentação saudável;
  • Consulta regular com seu médico (Clínico, Geriatra, Cardiologista ou Vascular).

Caso você tenha alguma dúvida adicional sobre a Obstrução nas Artérias do Pescoço, não deixe de deixar sua pergunta nos comentários abaixo. Até logo!

Fontes: Cartilha Angiolab, Mount Elizabeth Hospitals, Healthline.com, AçãoAVC.org.br, UK National Health System, Hospital Albert Einstein.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Marque a sua consulta

Preencha o formulário e entraremos em contato com você.

Comece uma conversa

Cadastre-se para começar uma conversa no WhatsApp

A nossa equipe responde rapidamente de segunda a sexta-feira, das 8h as 19h.